A Montanha e a Poesia

By Rafael • • 11 dez 2012

radução do chinês para o português e caligrafia de Lila Schwair.

Jornal Tao do Taoísmo – n. 17 índice

À Procura do Eremita
Jia Dao
Sob o pinheiro pergunto à criança.
Diz que o mestre foi colher ervas.
Apenas se sabe que encontra-se nesta montanha
Em algum lugar coberto de densas nuvens.
O poema descreve o poeta a caminho da procura de um mestre eremita. Ao chegar próximo do local de destino encontra uma criança a qual pergunta onde poderia encontrá-lo. Esta lhe responde que o mestre foi colher ervas em algum lugar desconhecido da montanha.

Esta poesia pode ser interpretada como uma alegoria da alquimia interior do taoísmo. Faz alusão ao caminho que o praticante busca na sua jornada em direção à iluminação. Chega a um ponto em que ele se depara com o desconhecido, o mistério, o invisível. A montanha é símbolo da quietude e meditação. Na prática da alquimia interior a obtenção de energias sutis é alcançada somente através da profunda quietude, com o corpo e a mente totalmente imóveis. Só assim, desapegado do corpo físico e não se apoiando em mais nada visível, pode-se alcançar o estado de consciência alterada onde a consciência se integra com a energia, o que traz uma sensação de estar envolto por névoa ou uma nuvem. A erva representa a energia vital que traz a cura e transformação do corpo e do espírito, necessária para o alcance da imortalidade. Um dos resultados desta transformação é o rejuvenescimento do praticante, simbolizado no poema pela criança. Outra referência à juventude e longevidade é o pinheiro, que, mesmo na época mais fria do ano, nunca perde as suas folhas, um exemplo de persistência e força para todos os que acreditam no caminho….

Sobre o autor: Jia Dao, célebre poeta da Dinastia Tang (618-906 d.C.) viveu entre 779 e 842 d.C. Era especialista em escrever os assim chamados ‘poemas de cinco palavras’, formados de quatro frases, cada frase contendo cinco palavras. Vivia uma vida muito simples e solitária o que se reflete na temática de sua obra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *