Equilíbrio: Terra, Homem, Céu

By Rafael • • 11 dez 2012

Vivemos na Natureza, ela representa a condição vital para nossa sobrevivência. Assim, somos influenciados direta ou indiretamente pelos movimentos e mudanças da natureza, seja pelo movimento do dia/noite, das estações, pela mudança dos climas ou na geografia. O homem existe em relação com a natureza e forma uma unidade com ela. A qualidade dessa relação determina o grau de harmonia e saúde do homem.

As diferentes partes do homem, também estão sempre inter-relacionadas, formando uma unidade. E assim, emoções e pensamentos (a parte mais abstrata) influenciam o funcionamento dos diferentes sistemas orgânicos (a parte mais concreta) e vice-versa. O que faz a interligação entre as duas partes, é a energia que circula no corpo, algo entre o sutil e o concreto. Se puxamos a energia de volta para o equilíbrio, tendemos à harmonia física e mental. Por isso, a medicina tradicional chinesa desenvolveu, através de diferentes meios (exercícios respiratórios, exercícios físicos, massagens, acupuntura, fitoterapia, dieta etc.) técnicas para eliminar energia em excesso, desbloquear energia estagnada, distribuir energia harmoniosamente, e absorver maior quantidade e qualidade de energia.

Podemos utilizar qualquer meio de sentirmos afinidade ou necessidade. São diferentes, mas seguem o mesmo principio, o equilíbrio interno entre espírito, energia (sopro) e essência, e a união harmônica do homem com a natureza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *