O Que Você Tem Encontrado No Taoismo?

By Rafael • • 11 dez 2012

Luiz Raposo, mercado financeiro – Nas aulas, você canta mantras, medita e tem uma idéia do que são filosofia e a religião taoístas. O Mestre Cherng nos fala de como seria viver em paz, dentro da naturalidade. Mostra como enfrentar problemas da forma mais simples. Alem disso, é uma pessoa que sintetiza e transmite muito bem o profundo conhecimento que tem do taoísmo. O que me faz voltar sempre é o conhecimento que a Sociedade tem a oferecer, e também a busca pela paz que começa numa determinada época da nossa vida. O que mais me atrai é a meditação e aqui consigo meditar com mais facilidade.

José Eduardo, servidor publico federal – Mestre Cherng fala de coisas que ele mesmo pratica. A quietude é algo que não possuo e que me fascina. Quando vislumbro o que é e tento colocar em minha vida, as coisas ficam mais fáceis.

Tereza Maza, aposentada – Equilíbrio, paz e serenidade, que é o que mais procurava. Tive uma mudança enorme. Tornar-me mais afetiva e compreensiva me ajudou muito. O Cherng é indescritível, é o mestre que eu precisava ter encontrado. Tenho que vir toda semana porque me sinto fortalecida para o dia-a-dia.

Carlos Veiga, paisagista – Vim aqui pela primeira vez há três ou quatro meses atrás trazido por uma amiga. A partir de então comecei a perceber que vir aqui me trazia muitos subsídios, parecia uma coisa meio mágica, tanto quanto a clareza com que Cherng coloca seu pensamento. Acho que a grande chave é a retomada da meditação.

Eliane Tavares Reis, engenheira – A paz. Tem trazido muita tranqüilidade. As pessoas têm notado a mudança. Helena Ignez, atriz e diretora – Freqüento desde 92. Em 85 tinha feito aulas de Tai Chi com Cherng. O que procuro mesmo é o equilíbrio e essa ligação profunda entre céu, terá e divindade. Continuo voltando porque tenho encontrado tudo isso, É um lugar fundamental e indispensável em minha vida.

Lúcio Fagundes Telles, jornalista e roteirista – Vim fazer uma pesquisa para um roteiro de balé sobre cultura e espiritualidade e precisava conhecer esse segmento que lida com energia. O ambiente todo se fez fascinante pra mim, sua atmosfera vermelha e luminosidade. Talvez estivesse necessitando dessa energia, e a receptividade da casa e das pessoas fez com que eu continuasse voltando. Cherng aborda a filosofia de uma maneira bastante informal, se colocando num plano equivalente ao das pessoas.

Gustavo Teixeira Morini, professor – Comecei a vir há um ano e meio. Sou católico, mas acho que a religião Católica deixa tantas lacunas nas questões do mundo moderno que vim encontrar respostas numa religião oriental. Isso me faz vir aqui não como religião, mas pela filosofia e espiritualidade. A meditação me trouxe paz de espírito e as palestras sobre o Tao Te Ching, muita sabedoria.

Adriano, engenheiro mecânico – A parte racional batia com tudo que eu pensava. O Taoísmo tem uma proposta diferente das outras religiões: viver o caminho espiritual sem se desapegar do mundo real, e acho isso bastante interessante.

Helena Távora, terapeuta – Essas palestras são como psicoterapia, uma aula de vida. Toda essa oportunidade de ter acesso aos mantras, cantos e palestras são de suma importância para o crescimento. Tenho visto isso em mim, me disciplinou mais, me incentivou a crescer.

Júlio, engenheiro – As aulas de terça-feira foram uma porta de entrada quando comecei, há 4 anos atrás. Só assisti uma aula e nunca mais saí daqui. Então diria que hoje descobri o método necessário para trilhar o caminho espiritual que tanto procurava.

Ângela Pêssego, produtora cultural – Sempre trabalhei de maneira muito acelerada e aqui tenho tempo de reflexão sobre coisas simples, tratadas com leveza e profundidade. Sinto muita falta da terça quando não posso vir. Passou a ser uma referencia na minha vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *