O Tao e o Ciclo do Retorno

By Rafael • • 11 dez 2012

– “Mestre, de que maneira podemos retornar à nossa Origem e Principio? Como desembarcar na próxima margem, saído do Ciclo de Transmigração?”

– “A mente desordenada é a própria semente da transmigração. Dependendo da plantação do karma, a colheita é rumo de transmigração correspondente; quem sente, corresponde; quem tem a causa, terá o efeito. Essa é a Lei do Tao. Homem algum é capaz de contrariá-la. Aqueles que desejam libertar-se do Ciclo de Transmigração devem se tornar o próprio Tao.”

Mestre Ma Hoo Yang, Mestre Patriarca da Escola Oeste de Alquimia Taoísta

Ciclo de Transmigração

Ciclo de Transmigração (LUN HUE). A tradução literal do termo Lun Hue é Ciclo de Retorno ( Lun – Roda / Ciclo: Hue – Retorno).

O Lun Hue não deve ser confundido com os conceitos de “Reencarnação” (aquele que acredita nos sucessivos retornos das almas como seres humanos) ou “Evolução Espiritual” (aquele que acredita na Reencarnação como um processo evolutivo).

No Taoísmo, o Universo-Existencial como Um-Todo é uma soma de três mundos:

1) Mundo do Desejo (Yu Jie);

2) Mundo da Forma (Sée Jie);

3) Mundo sem-Forma (Wu Sée Jie).

No Mundo do Desejo todas as coisas são motivadas e condicionadas pelos efeitos sensoriais.

No mundo da Forma todas as coisas são prisioneiras das Formas concretas e abstratas.

No Mundo Sem-Forma a existência é o próprio êxtase profundo, nele não há desejo nem forma. Dentro do três mundos existem seis “caminhos”:

1) Caminho do Céu;

2) Caminho do demônio;

3) Caminho do Homem;

4) Caminho do Animal;

5) Caminho da Alma Esfomeada;

6) Caminho da Prisão Infernal.

Através do Caminho do Céu, os seres alcançam os reinos das Divindades Luminosas.

Através do caminho do demônio, os seres alcançam os reinos das Divindades Obscuras.

Através do Caminho do Homem, os seres alcançam o Mundo dos Seres Humanos.

Através do Caminho do Animal, os seres alcançam o Mundo dos Animais.

Através do caminho da Alma Esfomeada, os seres alcançam os mundos das almas obcecadas pelos desejos sensoriais.

Através do caminho da Prisão Infernal, os seres alcançam as prisões do sofrimento e da ilusão.

Os caminhos de Animal, da Alma-Esfomeada e da Prisão – Infernal são três caminhos da escuridão.

Os Caminhos do Céu e do demônio são os caminhos Yang e Yin dos reinos celestes.

O Caminho do Homem é o Caminho de Aprendizagem, pois nele se encontram as características de todos os outros mundos.

No Mundo do Desejo encontram-se todos os seis Caminhos.

Dentro do Mundo da Forma existem apenas os caminhos do Céu e do Demônio.

E no mundo Sem-Forma existe somente o Caminho do Céu.

Todos os seres dos três Mundos e dos seis caminhos estão sujeitos a Lei da Transmigração e isso significa que tanto um ser da hierarquia superior (por exemplo, uma Divindade Luminosa) quanto da inferior (por exemplo, um animal) estão desimpedidos diante de um destino absolutamente dinâmico: nele todos os seus seres se transformam, por isso o Lun Hue do taoísmo não é Reencarnacionismo nem Evolucionismo.

Todos os seres dos três Mundos são prisioneiros do ciclo de Transmigração.

No Taoísmo, para libertar-se dessa prisão é preciso alcançar o estado da “União da Consciência e da Vida Infinita”, e quem o alcança se chama “Imortal” (Shien).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *