Provérbios da Sabedoria Popular Chinesa

By Rafael • • 11 dez 2012

Palavras não cozinham o arroz (Provérbio)

Teus dias vêm e depois se vão; quem sabe o motivo? (Lieh Tzu)

Qual foi o primeiro homem a olhar a água? A água continuará a correr. (Li –Po)

A sombra se move de acordo com os caprichos do sol (Provérbio)

Nada chega sobre essa terra que o Céu traga de volta em seu ciclo de revoluções. (Tchou-Hi)

Para que serve crer no Céu como a uma bússola se a consciência não controla o leme? (Provérbio)

Não há rosas que durem cem anos. (Provérbio)

Nada abrevia a vida tanto quanto os passos perdidos, as palavras ociosas e os pensamentos inúteis. (Provérbio)

A aparência das coisas é fácil de ver; mas seu princípio é difícil de conhecer. (Imperador Wou de Leang)

Quando a lesma baba, não lhe pergunte o motivo. (Provérbio)

O vazio de um dia perdido jamais será preenchido. (Provérbio)

O homem vê apenas o momento presente; o Céu abrange o distante futuro. (Provérbio)

Ate que hoje se torne amanha, não se conhecerá os benefícios do presente. (Provérbio)

O sábio e o insensato são formados pela mesma matéria. (Provérbio)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *