Xuan Tian Shang Di

By Rafael • • 11 dez 2012

Imperador Superior do Céu de Mistério

Divindades são aqueles que alcançaram a infinitude da vida e da consciência. Estão onipresentes. Portanto, a invocação de divindades nos auxilia no desenvolvimento espiritual.

Xuan Tian Shang Di (Xuan Di) é a transformação da divindade estelar Xuan Wu Shin Jun – o Senhor dos Astros, Guerreiro do Norte.

O norte é simbolizado pela cor negra, e os animais sagrados que habitam essa região são a serpente e a tartaruga. Em chinês erudito “Xuan” também significa Mistério, a serpente e a tartaruga representam a armadura do guerreiro (Wu). Por isso, a divindade que governa os sete domicílios do norte se chama O Senhor dos Astros, Guerreiro Negro.

Xuan Di era o príncipe de um pequeno reino chamado Chin Luo Guo (Reina da Pureza e da Alegria), situado na atual província Hu Bei. De acordo com o cânon taoísta, a Rainha San Shen durante o sono engoliu um sol e ficou grávida. Sua gravidez durou 14 meses e seu filho nasceu no 3º dia da 3ª lua do ano.

Aos 15 anos de idade, o príncipe de Chun Luo Guo renunciou a sua nobreza e abandonou o palácio, entrou na floresta do monte Wu Dang para realizar seu caminho espiritual. No inicio do seu retiro, seu pai sentiu saudade e ordenou 500 guerreiros na busca do seu filho. Os guerreiros, entretanto, preferiram permanecer a floresta seguindo o mesmo caminho espiritual do jovem príncipe.

Quarenta e dois anos depois, Xuan Di alcançou a sublime realização do taoísmo, tendo vida e consciência infinita, ascencionou à luz do dia, montado sobre um dragão, junto com seus 500 guerreiros-discípulos. Criou seu reino celestial no extremo norte do céu e foi ordenado pelo Rei do Jade como o regente de todos os astros do Norte. Seus 500 discípulos também tornaram-se 500 Lin Guan (Oficial do Espírito-Universal).

Dentro da teologia taoísta, Xuan Di é o regente e Comandante Geral dos Três Princípios (céu, terra e água), por isso, tem poder sobre todas as divindades das três fronteiras (do desejo, da forma e da não forma). Possui poder de comando sobre os 36 generais celestiais do ministério do trovão. Considerado pelos taoístas como Wan Tian Fa Tzu (O Regente da Lei dos Dez Mil Céus), é uma sublime divindade de todos os conhecimentos da magia e da alquimia.

Cultuado pelos sacerdotes do Caminho da Lei, Xuan Di é atualmente uma das mais fortes e populares divindades do taoísmo. Sua montanha sagrada é o monte Wu Dang, possuindo oito Palácios, 2 Contemplatórios, 36 Casas de Oração e 72 Templos de Rocha. O Monte Wu Dang é atualmente um dos mais ativos centros do taoísmo. Seu templo principal se chama Dzé Xiao Gon (Palácio do Céu Violeta) que possui 860 salas e cômodos.

Xuan Di é o patriarca espiritual de todas as artes marciais taoístas, por isso as escolas taoístas de artes marciais também são chamadas de Wu Dang Phai (Ramificação Wu Dang). é considerado principalmente pelos adeptos de Tai Chi Chuan como o patrono de sua arte.

Na imagem, Xuan Di tem longos cabelos soltos (representando o despojamento e a renúncia à nobreza mundana), vestido de armadura, incorporando as forças guerreiras do Norte do céu – serpente e tartaruga – empunhando a espada na mão direita (domínio da lei universal, corte do apego e perversão), fazendo Jue (sinal mágico) do autêntico guerreiro (comando das legiões celestiais) e sob seus pés uma serpente vermelha e uma tartaruga negra (representando o domínio do espírito do céu-anterior serpente e do sopro do céu-anterior tartaruga; a fusão da cor vermelha com a negra é a violeta – indicando sua extrema relação com o Imperador Celestial da Violeta Sutil).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *